Promoção #JuntosPeloSaneamento

14 de outubro de 2014 Deixe um comentário

#Juntospelosaneamento

Quer fazer igual aos famosos e vestir a camisa na luta pelo saneamento? Para isso, basta participar da promoção do Instituto Trata Brasil que sorteará uma camiseta promocional da campanha “Vim para Unicef”.

Essa iniciativa é para lembrar que infelizmente a situação de nosso país ainda é vergonhosa, são 7 milhões de habitantes que ainda não têm acesso a banheiro.

Participe: https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/394417

Instituto Trata Brasil participa de debate sobre saneamento em Santa Catarina

25 de setembro de 2014 Deixe um comentário

No dia 03 de outubro, o Instituto Trata Brasil participará do seminário sobre infraestrutura de saneamento em Santa Catarina promovido pela Federação das Indústrias (Fiesc). O evento acontece na sede da Fiesc, em Florianópolis. O encontro é uma iniciativa do Plano Sustentabilidade para a Competitividade da Indústria Catarinense.

No período da manhã: Serão ministradas palestras da Agência de Cooperação Técnica da Alemanha (GIZ), Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) e do Instituto Senai de Tecnologia Ambiental. As instituições irão contemplar temas como gestão de água e avaliação da energia elétrica utilizada nas unidades consumidoras dos sistemas de saneamento.

No período da tarde: Serão ministrados debates com o Instituto Trata Brasil, Secretaria Nacional de Acessibilidade e Programas Urbanos, Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental, Agência Reguladora de Serviços de Saneamento Básico (AEGESAN) e CNI. O tema será sobre a infraestrutura atual e as perspectivas na área de saneamento no estado e no País e o impacto para a indústria no cenário atual da água e do saneamento.

Édison Carlos, representante e presidente executivo do Trata Brasil, abordará o recente estudo realizado pelo Instituto, em parceria com o CEBDS (Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável), chamado “Benefícios Econômicos da Expansão do Saneamento Brasileiro” do estado de Santa Catarina. O estudo mostra a atual realidade do serviço básico do estado e traz uma perspectiva dos benefícios nos setores da saúde, educação, valorização imobiliária e na produtividade (trabalho e renda), caso o saneamento fosse universalizado.

Inscreva-se: As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo telefone 0800 48 1212 ou pelo e-mail faleconosco@sistemafiesc.com.br

Saneamento Básico: responsabilidade de quem?

18 de setembro de 2014 Deixe um comentário

 

Saneamento básico é o conjunto de medidas para melhorar a vida e a saúde dos habitantes. Segundo informações do Ministério das Cidades, com números de 2012, 82,7% dos brasileiros são atendidos com abastecimento de água tratada, 48,3% da população têm acesso à coleta de esgoto e apenas 38,7% do esgoto do país é tratado. Esses números demonstram que grande parte dos esgotos vai diretamente para os rios e para o mar.

Todos precisam se envolver para que a cidade tenha saneamento básico, principalmente os Prefeitos. Segundo a Lei do Saneamento, todas as cidades devem ter um plano municipal sobre os serviços de água, esgotos, lixo e drenagem das águas de chuva construído com a participação da população. Quando a Prefeitura da sua cidade elabora este plano e o Governo Federal aprova, o seu município pode receber verbas para obras de saneamento.

 

Pnud 2012

 

Falta de saneamento: O que fazer?

Além das doenças, a falta de saneamento causa outros prejuízos às famílias, como a falta do adulto ao trabalho, as crianças perdem dias de aulas, ficam privadas do convívio e das brincadeiras com outras crianças. Como buscar soluções?

  1. Formar um grupo de voluntários do saneamento local e convidar os moradores e a prefeitura para ajudar;
  2. Organizar reuniões de estudo nos espaços da comunidade para melhorar o saneamento básico;
  3. Descrever os problemas causados pela falta de coleta e tratamento de esgoto;
  4. Capacitar os jovens da comunidade para fazer pesquisas sobre as necessidades de saneamento na comunidade;
  5. Apresentar os resultados da pesquisa à comunidade e definir as ações com a colaboração da prefeitura;
  6. Acompanhar as ações e comunicar as informações para a comunidade.

 

Instituto Trata Brasil realiza seminário em Rondônia

12 de setembro de 2014 Deixe um comentário

O Instituto Trata Brasil realizou nesta quinta-feira, 11, o seminário sobre saneamento básico para universitários e autoridades no auditório do Tribunal de Contas (TCE), em Porto Velho (RO).

Com a parceria da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o evento faz parte do estudo “Benefícios Econômicos da Expansão do Saneamento no Estado de Rondônia” que apresenta as consequências da falta do serviço para a população e, principalmente, os potenciais ganhos com a economia do estado se houvesse a universalização dos serviços de água e esgoto até 2033.

No seminário, Édison Carlos, presidente executivo do Trata Brasil, apresentou os principais índices do estado rondoniense, onde a capital Porto Velho, hoje, ocupa a última posição do Ranking do Saneamento, com menos de 3% da população com rede de coleta de esgoto. E explicou que a proposta é informar melhor o cidadão do estado sobre a situação de carência do saneamento em toda a Região Norte. “Os ganhos podem superar o custo necessário para universalizar o saneamento. Vale muito mais a pena fazer essa infraestrutura do que ficar pagando posto e hospital para tratar diarreia e doenças da água poluída”, declarou o presidente.

Saiba mais sobre o estudo completo: http://www.tratabrasil.org.br/os-beneficios-do-saneamento-em-rondonia

WP_20140911_009

Édison Carlos, presidente executivo do Instituto Trata Brasil

CategoriasSaneamento

Instituto Trata Brasil promove evento para apresentar estudo sobre o saneamento básico em Rondônia

9 de setembro de 2014 Deixe um comentário

No dia 11 de setembro, às 09 horas, o Instituto Trata Brasil, em parceria com a FIOCRUZ Rondônia, apresenta os resultados do estudo Benefícios Econômicos da Expansão do Saneamento no Estado de Rondônia. Para debater os principais aspectos da pesquisa, será promovido um seminário que contará com a presença do professor pesquisador da Ex Ante Consultoria, Fernando Garcia; Édison Carlos, presidente do Trata Brasil; Dr. Ricardo de Godoi, da Fiocruz de Rondônia, Dra. Aidee Maria Moser Torquato Luiz, do Ministério Público do Estado de Rondônia e outros nomes dos governos municipal e estadual.

A pesquisa a ser apresentada aponta que se 100% da população do Estado de Rondônia tivesse acesso à coleta de esgoto, o número de internações por doenças gastrointestinais cairia de 4.402 para 2.843 por ano, reduzindo o custo com as internações por infecção gastrointestinal no Sistema Único de Saúde (SUS) em cerca de R$ 554,5 mil por ano. Outros dados e mais detalhes da pesquisa serão apresentados no evento.

Confira abaixo a programação do projeto:

E-mail Mkt - blog

Instituto Trata Brasil divulga Ranking do Saneamento 2014

27 de agosto de 2014 Deixe um comentário

10557763_823697407675320_2744802440641070686_o

 

O estudo do Trata Brasil chamado “Ranking do Saneamento 2014” faz o diagnóstico dos principais indicadores de saneamento básico (abastecimento de água; coleta e tratamento de esgotos; perdas; investimentos/arrecadação) dos 100 maiores municípios brasileiros. A base de dados consultada foi extraída do SNIS 2012 (Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento) do Ministério das Cidades.

Desde 2010 o Instituto produz o estudo, a fim de atualizar os índices sobre saneamento das 100 maiores cidades do País, neste ano o Ranking do Saneamento traz como novidade o desenvolvimento dos serviços de água e esgoto dos 20 melhores e 10 piores municípios, onde é possível detectar quais destas cidades atingiriam a meta de universalização do saneamento básico para 20 anos.

Acesse aqui: http://www.tratabrasil.org.br/ranking-do-saneamento

Trata Brasil realiza oficina para o uso racional da água

26 de agosto de 2014 Deixe um comentário

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 

Nos dia 22 e 23 de agosto aconteceram as primeiras oficinas do “Projeto Água e Cidadania pela Vida“ em Porto Alegre – RS. O projeto é uma parceria do Instituto Trata Brasil e do DMAE – Departamento Municipal de Água e Esgotos de Porto Alegre, com apoio da empresa ITRON, especializada em tecnologia e serviços para o uso consciente da água.

A ação faz parte do Programa Consumo Responsável, liderado pelo DMAE e que prevê a instalação de redes públicas provisórias de abastecimento de água em áreas irregulares que ainda não possuem esse serviço, mas que estejam em processo de regularização.

As reuniões ocorreram no bairro de Vila Athemis e envolveu adultos e jovens com o o objetivo de apresentar o Instituto Trata Brasil, as fases e ações do projeto que busca conscientizar a população para o uso racional da água.

 

028

 

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: