O Instituto Trata Brasil com o apoio da Pastoral da Criança e da regional da ABES no Rio Grande do Sul, realizou nos últimos meses a primeira fase do projeto-piloto Trata Brasil na Comunidade. O trabalho de campo desta etapa, implantado na Vila Dique em Porto Alegre, foi concluído sob a coordenação da Associação dos Amigos e Moradores da Vila Dique.

Jovens da comunidade questionaram 532 famílias moradoras na região sobre condições de higiene, saúde, saneamento, situação social e econômica e expectativas de vida. O objetivo do projeto, além levar para a comunidade informações sobre os problemas sociais causados pela falta de saneamento, é estabelecer uma relação entre os dados colhidos pelos jovens, dados do posto de saúde da região e os resultados de pesquisas anteriores realizadas pela Fundação Getúlio Vargas para o ITB.

A experiência, segundo os jovens, possibilitou um conhecimento mais profundo da comunidade onde vivem e promoveu a sensibilização dos cidadãos em relação aos efeitos negativos da falta de coleta adequada dos detritos e as implicações desastrosas sobre o meio ambiente e a saúde. O trabalho continuará com a tabulação e análise dos dados, assim como a apresentação dos resultados para a comunidade prevista ainda para outubro.

Anúncios