A pesquisa Benefícios econômicos da expansão do saneamento básico” encomendada pelo Instituto Trata Brasil à Fundação Getúlio Vargas apurou que em 2009, de acordo com o DATASUS, dos 462 mil pacientes internados por infecções gastrointestinais, 2.101 faleceram no hospital. Cada internação custa, em média, R$ 350,00. “Com a universalização do acesso a rede de esgoto teríamos uma economia de R$ 745 milhões em internações ao longo dos anos. Com o acesso universal ao saneamento, haveria uma redução de 25% no número de internações e de 65% na mortalidade, ou seja, 1.277 vidas seriam salvas.”, afirma Fernando Garcia, coordenador da pesquisa da FGV.

Acesse aqui a pesquisa completa

Anúncios