A falta de saneamento básico é uma mazela que afeta diversos locais no mundo todo. Para chamar atenção sobre o tema, a organização não-governamental inglesa WaterAid lançou a campanha “Dig toilets, not graves” (Cave banheiros, não covas). A principal ação da campanha é a circulação de fezes de controle remoto pelas ruas de Londres. O objetivo do projeto é mostrar que as pessoas que não contam com banheiros em casa têm que lidar com a presença dos dejetos diariamente, além de resultar na morte de 4.000 crianças por dia.
No Brasil, segundo um estudo da OMS e da Unicef, 13 milhões de pessoas não tem banheiro em casa. Segundo dados estatísticos, 7 crianças morrem todos os dias do Brasil, com doenças ligadas a falta de saneamento básico, como diarréias, por exemplo.
Assista abaixo o divertido vídeo da campanha.

Para ajudar a mudar essa situação no Brasil, assine o Manifesto pelo Saneamento Básico. Vamos juntos exigir de nossos governantes que assumam um compromisso com um direito básico de todo cidadão, garantido pela constituição.

Anúncios