A água de reuso é produzida dentro das ETE’s (Estações de Tratamento de Esgoto) que transformam o esgoto novamente em água tratada podendo ser utilizada para diversas atividades urbanas como: limpeza de ruas e praças, lavagem de veículos, irrigação de parques e cemitérios, e no uso de sistemas decorativos como chafarizes e espelho d’guas.

Segundo o Centro Internacional de Referência em Reuso de Água, as atividades industriais no Brasil respondem por aproximadamente 20% do consumo de água, sendo que pelo menos 10% é extraída diretamente das acumulações de água como lagos e rios, e mais da metade é tratada de forma errada ou não recebe nenhum tipo de tratamento.

São cerca de 5,9 bilhões de litros despejados diariamente nos rios e córregos das 81 maiores cidades do país, segundo apuração do Instituto Trata Brasil, contribuindo, assim, para a poluição dos rios. O reuso surge como alternativa, pois ao mesmo tempo em que garante a produção das atividades industriais, reduz o número de poluentes lançados ao rio.

Apesar de não poder suprir em 100% a demanda urbana, hoje, com este sistema, é possível atingir 70% de aproveitamento nas atividades.

As grandes empresas comprometidas com a sustentabilidade do meio ambiente já estão antenadas á práticas como esta, que além de garantir a produção colaboram na redução dos custos.

As alternativas estão aparecendo, cada vez mais temos opções ligadas ao setor que atuamos, cada vez mais temos conhecimentos de melhoria de práticas e ações que colaboram com o meio ambiente, cada vez temos mais oportunidades de contribuir com a melhoria de uma qualidade de vida melhor para todos.

Anúncios