A Pesquisa Nacional de Domicílios 2012 (Pnad) revelou que 57,7% das casas do Brasil possuem rede de esgoto

Pnud 2012Em um ano, a rede de tratamento de esgoto no país cresceu 2,1 pontos percentuais, segundo estudo divulgado nesta sexta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para falar sobre o assunto, a rádio BandNews entrevistou Édison Carlos, diretor executivo do Instituto Trata Brasil que explicou que este índice revelado está baixo para as necessidades do país, e que suas principais carências são relacionadas a falta de coleta e tratamento de esgoto. “Os números reforçam a lentidão com que o país tem avançado nos últimos anos nessa área que deveria ser básica na infraestrutura nacional” afirmou.

Além disso, o número revelado pela Pnad é diferente do percentual concedido pelo Ministério da Cidade em 2011 que constatou que 48% da população possui coleta de esgoto e 38% do esgoto é tratado, sendo o restante despejado sem qualquer tratamento na natureza. A diferença destes índices se deve a forma da pesquisa. A Pnad entrevista os moradores que às vezes não sabem se suas casas estão ligadas a rede de esgoto.

Para encerrar, o representante do Instituto Trata Brasil relatou as doenças mais comuns consequentes da falta de coleta e tratamento de esgoto.

Para saber na íntegra, ouça a entrevista:

Entrevista Édison Carlos

Anúncios