Que o Brasil ainda apresenta uma situação precária em relação ao saneamento básico todos já sabem, mas talvez poucos brasileiros tenham se dado conta de que o assunto é muito mais grave. Só no semiárido brasileiro mais de 450 mil crianças não têm acesso sequer à água ou a um simples banheiro em suas escolas. Se toda criança tem direito à plena saúde e educação, como imaginar que estamos tão distantes de dar o mínimo a elas?

Foi pensando nesse drama do semiárido que o Vim (marca da Unilever) e a UNICEF se uniram para lançar a campanha social “Vim para UNICEF”. O objetivo é justamente ajudar a levar água potável e saneamento básico para as escolas de educação básica, melhorando assim a qualidade de vida de milhares de crianças e adolescentes.

O Instituto Trata Brasil foi convidado pela Unilever para mudar a realidade de algumas pessoas. O Instituto coordenou as reformas nas escolas e a construção dos banheiros, mas, acima de tudo, conscientizou pais e alunos da importância de usar com cuidado as novas instalações, aproveitando ao máximo a água e se prevenindo das doenças relacionadas com o contato com o esgoto e com a falta de água tratada.

O Trata Brasil reformou banheiros, cozinha e levou água potável para três escolas e mais de 250 crianças no semiárido. O melhor da ação é que algumas autoridades locais decidiram melhorar outras escolas, o que pode ampliar muito a ação.

A falta de saneamento tem impacto direto nos indicadores de saúde e educação. Só no ano de 2012 foram aproximadamente 30 mil internações por diarreia em crianças de até 14 anos de idade, segundo estudo realizado pelo Trata Brasil. Estudantes sem acesso a estes serviços, ao adoecerem, acabam tendo um atraso maior no aprendizado escolar do que aqueles que têm acesso ao saneamento.

Convidamos todos a aderirem à campanha #JuntosPeloSaneamento! que está rodando nas redes sociais com artistas brasileiros vestindo a camisa.

O Trata Brasil reforça assim seu papel de contribuir com um país melhor e menos desigual, lutando para que todos tenham acesso ao que há de mais básico – saneamento básico.

Anúncios