Foto-0055

O “Diagnóstico dos Serviços de Água e Esgotos”, com base em dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS, foi publicado na última quarta-feira (16 de fevereiro), em Brasília, com os números do saneamento de 2014. Este documento apresenta a dificuldade que o Brasil irá enfrentar para alcançar as metas universalização do abastecimento de água, coleta e tratamento dos esgotos até 2033.

De acordo com o diagnóstico, a ampliação da rede de água de 2013 para 2014 cresceu apenas 0,8% pontos percentuais (p.p.), subindo de 82,5% para 83,3% enquanto a coleta de esgoto subiu 1,16% p.p., 48,64% para 49,8% o que significa um atraso na evolução das metas estipuladas pelo Plansab (Plano Nacional de Saneamento Básico).

Para o Trata Brasil, essa dificuldade permanecerá entre nós por muito tempo, os avanços só devem ocorrer com investimentos dos governos em projetos efetivos e que ações para o setor. Além disso, o cidadão tem um papel muito importante nesse processo com as eleições.

Para conferir o documento na íntegra, clique aqui.

 

Anúncios