Sem título

O saneamento básico é um direito de todos, mas apenas algumas cidades e municípios usufruem deste recurso. Há 6 anos o Instituto Trata Brasil monitora os avanços das 89 obras do PAC 1, visando informar a sociedade o andamento desses projetos. Dessas obras, 39% estão concluídas, 12% em situação normal, 27% paralisadas e 20% estão atrasadas. A maior concentração das obras atrasadas e paralisadas está na região Nordeste do país.

No que se refere ao PAC, este é um dos instrumentos para obter um avanço rápido do saneamento, já que a sua implantação ainda é um enorme desafio para atingir padrões minimamente aceitáveis para um país com o desenvolvimento econômico e social de qualidade.

Segundo o Ministério das Cidades, no Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento – SNIS base 2013, o Brasil possui cerca de 35 milhões de brasileiros sem acesso à água tratada, mais de 100 milhões sem coleta de esgotos e somente 39% dos esgotos são tratados. Para piorar, as perdas de água tratada nos sistemas de distribuição são da ordem de 37%.

Para conhecer o relatório sobra a PAC, clique aqui.

Anúncios