DSC_0475

O saneamento ambiental é um dos conceitos para o saneamento básico, sua relevância no âmbito global é de extrema importância para a preservação de áreas ambientais, saúde pública e principalmente qualidade de vida.

Com o acelerado crescimento das cidades sem planejamento urbano adequado e a degradação de zonas ambientais, vivemos em meio a áreas irregulares onde não há implantação de serviços, como: coleta e tratamento de esgoto e tratamento de água, principalmente em locais próximos a rios.

Como prova concreta de que a falta de saneamento causa danos ao meio ambiente, levantamentos recentes apontam que os rios Tietê (SP), Iguaçu (PR) e Ipojuca (PE) estão entre os mais poluídos do Brasil. O Tietê, por exemplo, recebe 690 toneladas de poluentes por dia, principalmente esgoto doméstico sem tratamento.

Rios que tiveram seus percursos alterados e sua natureza corrompida pelos esgotos despejados pela população e que hoje são vistos como obstáculos para o desenvolvimento no saneamento do país.

Para o ITB, cuidar da nossa biodiversidade é fundamental para o desenvolvimento em diversas áreas da sociedade, sobretudo, devemos refletir sobre até quando iremos conviver com essa realidade e deixar que nossos rios sejam tratados como depósitos de lixo.

Anúncios